segunda-feira, 21 de agosto de 2017

Competências

Competências dizem, rebobino e verifico, que foram todas uma grandessíssima porcaria.
E questiono, competências onde? Só se for competente ou foi, para o entorno.
Ai love you but out. So farway my friend go go.

ac/mr 21.08.17

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

dizem...

dizem por ai
que eu sou isto 
aquilo e o outro
pois também digo 
desses que dizem
o que dizem
que eles não passam
de uma grandessíssima
"porquera" e de outra
maneira diria uma merda.

mas a vida continua
têm que me engolir
aturar e suportar
e gozo com isso tudo
até sinto prazer em saber
que é mesmo assim

são “bons” esses
os que dizem
que fazem e que presumem de tudo
que se crêem
“enciclopédias ambulantes”
(só não sei,  é se serão de saber,
as enciclopédias – claro).

provoco inveja
não sei porquê
talvez queiram
as minhas dividas
as minhas preocupações

dizem que não trabalho
que usufruo de privilégios desde 
muito cedo
e quais são
e onde estão – os privilégios
e o que sabem do que faço mesmo
e a titulo gratuito

batatas primos
batatinhas para todos 
que se besuntem com
a famosa água de malvas
e aproveitem e dêem
ou façam, como queiram,
a famosa viagem ao “bilhar grande”
(duas bola e um taco)

de uma coisa tenho a certeza
falem, digam, praguejem
tudo e mais tudo de tudo
eu sigo por onde tenho que seguir
e não me desviarei um milímetro
de nada nem de ninguém
e “nice to see you”,
“felice di vederti”,
“heureux de vous voir”
“gusto en verte”
beijinhos…

ac/vrsa
10.08.2017

terça-feira, 8 de agosto de 2017

espertezas e saloiadas

Que histórias se contam,
em noites de Verão,
nestes tempos brutos,
sem sentido.
Queremos tudo e não
queremos nada.
É que isto de dizer e fazer valer,
é um absurdo levado ao
exagero.
Queremos turistas e agora
há a mais - dizem...
That's ok men!!
C'est comme ça...
La cosa esta dificil?

Arregaça as mangas
muchacho.
Dá ao pé caminante.
Dime cosas buenas,
chica hermosa.

Estamos prostrados,
mas seguimos
lutando e batalhando.
E dizemos que chega de espertezas e saloiadas
de tanto parvo e parva.
É que já enjoam e muito.

ac/mr
07.12.18

segunda-feira, 31 de julho de 2017

sou do PSD

Por norma sou do contra, mas também por norma sou fiel às coisas, às causas e às ideologias e projectos que delas advêm.
Muitas vezes discordei de muitas coisas no meu partido e disso dei boa conta nos sítios próprios.
Mentiria se dissesse que nunca me passou pela mente deixar a militância política.
Mas hoje, posso dizer que ainda bem que não o fiz, sou militante do PPD/PSD, praticamente desde a sua fundação, em 1974 e muito me honro por tal desiderato.
Agora faz-me muita confusão as entradas e saídas, sobretudo quando por detrás das mesmas há motivação para além da política...


ac/mr
31.07.17

quarta-feira, 26 de julho de 2017

Presente

Presente lá vai discorrendo o tempo dos calores cá vamos "versejando" para uns e dando "socos" para outros os momentos repetem-se as sequências vão cansando os estilos e as formas são de sinal sempre negativo, sempre contra. tenho vontade de distribuir flores às senhoras e canetas aos senhores para que celebrem o momento de repouso de descanso, para que sintam a vida simplesmente para amarem. com tanto por do sol que temos em tantos locais da nossa linda terra porque não aproveitá-los e ver neles uma constante renovação do mundo, da vida. e igual pela manhã com o nascer do dia com o reacender da esperança o continuo movimento de tudo. eu não dou socos eu quero dar amor eu quero ser solidário ser companheiro dou-te a minha mão a minha amizade e podes ter a certeza tudo a troco de nada amanhã cá estarei quero sentir o que me rodeia ver o que a minha vista alcança e ir onde poder ir e enquanto poder e dizer sempre presente. ac/mr 26/7/17

quarta-feira, 12 de julho de 2017

varito

e olha lá, quem estava
em Cacela-Velha - o varito
mirando tudo, por ali passeava
o moço com cara de carrapito.
good night men
ao que ele ripostou
(entre dentes)
é só inglesada por aqui
booa nooite ó спокойная ночь
(se bakoi nenoche)
mas apercebeu-se
que eu era nativo
e como é espertalhão
perguntou-me pelo Carlos,
qual o dos super-mercados
e dos rótulos
supôs eu pela afinidade
sim, mas olhe que não...
olhe que não... porra.
e a geringonça que tal?
antepus ao muchacho
tudo pelos trabalhadores
acentuou e bem
pois, pois o que cada um aguenta...
Este não muda nunca
Vai um tintol
uma vodka
olhe hoje sim
ok да
(dáá)
tomámos o drink
eu vinho, ele bagaço russo e
adeus varito
até amanhã antónio.


ac/mr
11.7.17

terça-feira, 11 de julho de 2017

Karlito

E então qual não é
a surpresa minha
pelo seu próprio pé
Karlito na praia caminha.

Bom dia men
Are you fine?
Muchacho tu por cá?
É verdade friend
E o manifesto?
E o das kapital?
Valor e mais valia.
Exploração e preços.

Mo tá te quieto,
it's to much.
E ainda não houve nobody
que actualiza-se a coisa.
É que o que escrevi tem anitos.
Porra! porra!

E tu Karl gostas disto?
Sure this is good.
I like beer.

Como eu Karlito.
But Tony,
men tu és meu primo

What?
Sim tu és meu primo
E que se lixe a real politique.

Nice Karl
Cool Tony
I love Karl Marx il barbudo.


ac/mr
9.7.17


quinta-feira, 6 de julho de 2017

Do alto da minha varanda

Do alto da minha varanda,
contemplei a lua.
Estava linda e vistosa,
serena e resplandecente.
São os luares limpos
claros e lúcidos
do estio da minha terra.

A noite já vai alta,
os reflexos filtram,
os movimentos terrenos
do descanso,
da vida que continua
incessantemente, pelo tempo.

ac/mr
5.6.17

quarta-feira, 5 de julho de 2017

HOJE VI...

hoje caminhando pela praia
avistei importante figura
homem de porte e de literatura
andava por ali e deu-me de vaia
falámos, discorremos por muitas coisas
reforma, turismo, trabalho, férias
e isso e outras não mais que "lérias"
abordei outros temas, "para ver onde poisas"
pensei e entrei pela política
a pura e dura a que dói e fura
e então não é que o homem de cabeça dura
era o bom do LENINE
em pessoa e olha lá o nine
bem bem pensei para mim
tenho que ter juízo e não fazer caca
e voltei a falar e ele a umas dizia não e a outras sim
revisionista lhe perguntei se era
ao que respondeu que isso foi uma "tontera"
agora queria boa vida e divertimento
desfrutar e viver o momento
aproveitar o bom do capitalismo
e esquecer o mau do socialismo
e mais que isso o que pensou
pensou há muito e hoje já passou.
e ficámos de nos encontrarmos
nalgum bar para um scottish, un gin
ou e porque não um medronho do bom
e de cá da região
estendendo assim a nossa conversação.
tchau leni
tchau tony - me respondeu.

ac/mr
5.6.17

terça-feira, 27 de junho de 2017

e já agora, digo...

de poeta, conversador, palpiteiro, falador barato sabedoria saloia, esperteza parva, e de louco todos temos um pouco e em particular quando navegamos por esta linda coisa que é o convívio social da net... (coisa importante e valorosa de dizer). que o diga um amigo meu que é de cá e que por razões profissionais foi para outra cidade capital... diz, fala, pragueja engasga-te diacho primeiro diz-se depois argumenta-se com desculpas parvas. mas não só ele another one and one and one tudo people sabedor da peva e toca a escrevinhar e a debitar letra sobre letra ai papá e mamã como está la cosa vou ali e venho depois

ac/mr
27.06.17

terça-feira, 20 de junho de 2017

HERMaNOS dicen...


Hermanos, hermanos hasta donde se flote las manos CR7, el más grande antes, ahora que ande... Y como dicen por ay a tomar por culo el bando vosotros todos de ay hermanos, eso es de vez en cuando. que invidia dá el "PORTUGUÊS" Y ÉS QUE NOS QUIEREN TANTO ves. SI MUCHO, PERO, PERO Y NADIE MÁS QUE PERO... ac/vrsa 20.06.17


quinta-feira, 8 de junho de 2017

molta merda

e tu ki fai ó ki à fato
tu a fato molto
si molto
lo di tu ki a fato molto
mai qui esso molto tu à fato molta merda
e tutti qui a fato vero tá mal fato
capice toni


ac/mr
08.06.17

APA ou não APA

De forma estranha, a APA dá o dito por não dito e diz hoje o contrário de há um ano atrás.
A grande possibilidade de termos um hotel 5 estrelas e uma marca de referência do turismo mundial, em Monte Gordo, sofre um atraso.
O que dizem disto os tais, que tanto falam de qualidade e de desenvolvimento do concelho, os prof's e outros iluminados.
O Velho candidato mais uma vez mostra todo o desprezo, que tem pela nossa terra e os meios não justificam os fins.
É nestas coisas, que todos temos que pensar na hora de escolher, quem vai dirigir o nosso município.
Amigo Murta, não seja igual ao que sempre foi e se efectivamente quer o bem do concelho, porte-se bem, deixe as velhas tácticas e continue a dar as suas voltinhas de bicicleta.
Esta dos "magistérios de influencia" é de muita maldade para VRSA e que se reflecte no conjunto da população.
Menos investimento.
Menos emprego.
Menos rendimento.
Sem duvida e face a estes desmandos e desideratos ressabiados, a opção é mesmo a:

SÃO CABRITA.


ac/mr
07.06.17

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Passos da vida e momentos vividos e por viver

Nos passos que dou,
nos momentos que vivo,
vou sempre em busca de algo.
Que encontro ou não,
umas ocasiões, com razão,
outras sem qualquer motivo.
Mas vou e continuo,
dai a força do meu existir
O procurar sempre,
o ir sempre.

O sol que nos ilumina,
a noite que tudo oculta,
são sensações diferentes
sobre uma mesma forma de estar.
A luz exerce em mim,
um poder forte,
uma razão existencial.
Mas a escuridão
também tem o seu fascínio,
o seu mistério.

O porquê das minhas insatisfações,
está em tudo e em nada,
está nas respostas que obtenho.
Mas também nas gentes
com quem me cruzo e de quem
já não espero nada.

O porquê das minhas satisfações
está em nada e em tudo
e nas respostas que me dão.
Mas também nas gentes
com quem me cruzo e de quem
ainda espero muito.

Os passos da minha vida
e os momentos vividos e por viver,
são os marcos que me fazem
continuar sempre.

ac/mr
17.05.17



segunda-feira, 24 de abril de 2017

Bom dia

Bom dia e muita saúde, em especial para todos aqueles que me nutrem "um especial ódio", sem isso não teria eu o "sal da vida".
Aos invejosos da minha maneira de ser, desejo-lhes o melhor do mundo.
Aos que gostam de mandar e de controlar, desejo-lhes que vivam muitos e muitos anos e já agora que eu por cá vá andando, para terem que me suportar.
O ódio, a inveja, o mal dizer são sentimentos tão feios, mas eu suporto-os, agora e sempre.
Um bem haja para todos os meus inimigos e detractores.

AC/MR
24.04.17


sexta-feira, 21 de abril de 2017

PRIMAVERA




Pois é mesmo assim, hoje é mais um dia, veremos se será e o que pensamos, ou não... venha dai a boa disposição. Quero olhar em frente, chega de passado, vou dizer chega, vou ficar acordado. Desperto para a brega e vou dizer presente. Somos peças que encaixam ou não em sistema de comunicação neste mundo relativizado e complicado e misturado Vou rir com prazer desfrutar e gozar e viver com gosto e a gosto sempre bem disposto na estação de destino - Primavera.

ac/mr
21.04.17

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Cada vez irrita mais

Cada vez irrita mais, ver gente que nada tem a ver com o desporto, a falar de desporto e em particular o futebol.
Estão a alimentar hordas de "animais", que com meros instintos bárbaros gozam com sentimentos humanos, que deveriam ser respeitados.
O protagonismo é nos campos de jogos, entre os atletas, não cá fora.
E isto é em Portugal, na Espanha, em França e por ai fora...
E a pontinha forte e chamativa põe a pseudo-imprensa que ainda incentiva e acirra os ódios e repete e repete até à exaustão os aspectos negativos.
Forma imediata de combater estas barbaridades, não ver canais e programas de pseudo-debate, não apoiar qualquer tipo de claque, mesmo que seja do nosso clube e tirar todo o protagonismo aos dirigentes e comentadores que andam por estes caminhos invios de má comunicação.

ac/mr
17.04.17

quarta-feira, 12 de abril de 2017

citações

CITAÇÃO 1

"e o escrivão, onde andará, sim o que recebe ordens do velho candidato...
- escreve ai...
- já escrevi, chega?
- e agora vamos a ver os moços
- também vou?
- sim, mas põe o casaquinho."

in "os diálogos do velho com o escrivão",
Ed.Meio de Chegança,
by Carlo Pino - Setubal.

CITAÇÃO 2

"Fotos e mais fotos... querem ver que alguém vai abrir outro negócio.
Volta Johny, estás perdoado, tu é que sabes de fotografia."
in "O regresso anunciado"
Ed. Chá-Chá, Coira da Burra
By Oliver Rocha.

CITAÇÃO 3

"VAMOS NAVEGANDO POR MARES DE TURBULÊNCIA, EM CARAVELAS MAL PREPARADAS E QUE NÃO RECONHECEM OUTRAS EMBARCAÇÕES.
QUEREMOS O BEM DA NOSSA TERRA, MELHOR DO NOSSO BOLSO, NEM QUE PARA ISSO TENHAMOS QUE ... DAR CABO DISTO TUDO... RÁTÁTÁTÁ... PUM.
O QUE EU DIGO É A SUPREMA VERDADE E DEMOCRATICAMENTE UNICO, NÃO ADMITO CONTRADITORIO, TENHO UM EXERCITO DE DEPENDENTES PRONTO A ACTUAR.
MAS ADMITO DEBATER, SÓ QUE QUEM TEM RAZÃO SOU EU."
in "Discursos do Rei Glupinésio - marajá da Micronésia",
Editora Azul Marinho. Amadora
by George Forbes

CITAÇÃO 4

"E O PARQUIMETRO
OU PARCOMETRO 
DE OURO VAI PARA O GRANDE...
Gatsby, personagem de eleição, 
aqui na ilha Maravilha.
Eu onde toco tudo brilha
e se não, fervilha
o mundo sou eu e mai nada..."

in "poemas soltos de trazer por casa"
Ed. Cagança - Freixo de Espada à Cinta.
by José Fandango.


PHOTO CATCHE ON GOOGLE

quarta-feira, 29 de março de 2017

actuais apontamentos sobre a minha VRSA

APONTAMENTO 1:

- o velho candidato não muda mesmo, socorre-se dos mesmos de sempre, vem com velhas táticas - mesmo com as novas tecnologias e julga que nos engana.
- a propósito, o velho candidato deveria era ter vergonha sempre que fala em coação e medo.
- será que o velho candidato quererá que se publique algum velho episódio... de coação, de medo, de pressão sobre as pessoas.
- e que equipa está juntando:
. o escrivão,
. o que tem mania que é dono de VRSA,
. mocinhos que se diziam de uma coisa e que agora são de outra.
. videntes,
. ressabiados.
- e no fim de semana, foi pôr-se atrás de ministros e secretários de estado, para sair na foto.

APONTAMENTO 2:

Após uns dias, menos convenientes, do ponto de vista climatérico, eis senão, que hoje, a PRIMAVERA nos aparece em todo o seu esplendor.
Uma renovação na continuidade, para bem de todos nós e sem velhas práticas e táticas de "donos disto tudo" e de "artistas que aparecem e desaparecem" - velhos políticos - velho candidato, da velha tradição do desenrasca...
Os tais que muito dizem e falam, mas que só se preocupam com eles mesmos.
Um abraço ao escrivão e desejos de que a nova estação do ano o ponha bem disposto e mais feliz...

APONTAMENTO 3:

O velho que tem mania que é dono disto tudo (vqtmqddt), fala sempre da cidade do Guadiana, esquecendo-se do resto do concelho de VRSA, a freguesia de Vila Nova de Cacela.
Mas para lá disto tudo, o que eu pergunto, é:
- o que é que o dito vqtmqddt já fez por VRSA, para além do bolsinho dele.
Pergunto isto porque, o referido men, passa a vida a reclamar de tudo e de nada e dando grandes bitaites.
Nunca apoiou o LUSITANO, p.e., diz que não gosta de bola, mas num torneio do Guadiana, com o Bétis, deu publicidade ao CanalSur, ai já gostou - CUESTION DE PESETITAS (ainda não havia euros).
Sem falar que queria adiar a nossa adesão ao Euro, para aproveitar o Verão, bem como por ele não haveria ponte do Guadiana.
Não gosta de grandes superficies, muito bem, mas nunca entrou em nenhuma?
Já que é tão empenhado nisto e naquilo, porque não se candidata?

ac/mr
29.03.17


photos take by google

sábado, 18 de março de 2017

Só para vos dizer

no mar ou no campo
na cidade ou no rio
estamos na luta
e com muita labuta
sempre na disputa
estamos aqui, sim
vamos por ai, sempre
contra aquela gente
aqueles que falar, falam muito
em quantidade
que não qualidade
a dizerem o que não sabem
e por aqui deixam tanta
asneira
incorreção
injustiça
incompreensão
dão exemplos de coisas
que eles não conseguem fazer
mas falam como se o fizessem
fazem-se de elevações
que não as têm
outorgam-se feitos
que não conseguiram
e reclamam de direitos
que ninguém lhes outorgou
e sobretudo sobram
sobram sempre
eu e muitos não os queremos
mas não queremos mesmo
já os conhecemos de sempre
sabemos que não mudaram,
nem mudarão e sabemos
que nada de novo têm,
para além de um desejo tremendo de vingança
por isso digo e repito
cá estamos
e seguiremos para o que der e vier
sempre com muita crença, sempre.

ac/mr

sexta-feira, 10 de março de 2017

Para uma pulga saltitona e ressabiada

tu que lambecus
invocas e não só
vê lá a invocação
não tenha retorno
tu já não escreves
tu provocas
tu ofendes
tu difamas
tu mentes
falas com desconhecimento
ou então é má intenção
começo a pensar que és burro
és ressabiado
esqueceste o passado
os que hoje defendes
já os ofendeste na mesma medida
e com a mesma argumentação
já agora
vê se o que te prometeram
é verdade, lembra-te
do que te disse o chefe
anos atrás
sim, quando punhas o casaquinho
e a coisa não é para menos
não invoques depois amizades
não invoques que não confundes isto aquilo
e o outro...
digo-te mais uma vez a ti
que tanto falas no passado
é que há passados e passados
e o teu...
Ao que vens... ?

leio e releio escritos,
inflamados deste ressabiado.
reclamando de injustiças,
apontando incorreções.
para quem o conhece
e sabe o que ele quer
pergunto.
e tu o que já
fizeste e corrigiste?
o que fazes para evitar
as injustiças?
quem ajudaste tu
ao longo da tua vida?
dá-me um exemplo teu,
diz-me que nunca te aproveitaste de nada?
alguma vez te sacrificaste pelo próximo?
já prescindiste de algo para ajudares outros?
quem é o interesseiro afinal?
quem é o catavento?
quem é o que se vende?
quem é o verdadeiro lambe cus?
e por aqui me fico... estou asqueado
dás-me nojo.
Ao que vens agora...?

ac/mr - 10.03.17

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Go...

estou de saida vou de largo para a comida grelhado é pargo e para ti coco tenho um choco com tinta que tens pinta para te sujar a boca de tinta coisa pouca e arali pipi vai-te queixar lili que é o que gostas queixas e respostas go go men... ac/mr 09.02,17




revelim

fui ao revelim
olhei e vi no real
a minha vila cidade
vila real de santo antónio
virei o olhar ao guadiana
para a outra margem
para ayamonte
mais ao fundo
vi o atlântico
captei monte gordo
e fixei-me onde
estava - castro marim.















ac/mr
09.02.17

sábado, 4 de fevereiro de 2017

domingo, 8 de janeiro de 2017

Da minha terra

Da minha terra
Vejo outro pais
Da minha terra
Abro horizontes

Somos momentos
Somos imagens
Que fixamos
Que guardamos

A palavra marca
A imagem que retenho
O momento é bom
E único

ac/vrsa
5.1.17


segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Felipe Zapico apresentou na eurocidade do Guadiana a sua última obra - vados de paso oculto.

                E o fluxo de água poética, do Guadiana “extremeño”, veio à sua foz, fez-se o encontro dos poetas do Guadiana.
                Isto com o pretexto da apresentação do último livro de Felipe Zapico – “ vados de paso oculto”, com edição da Editorial Crescida, na colecção dos livros de extraperlo.
                Foi uma actividade tripartida, que começou na Casa Grande – Ayamonte (30.12), passou por Cacela Velha e terminou em Vila R. Stº António, na Casa da Marioneta (31.12).
                Marcos Gualda, apresentou o livro com sabedoria, evidenciou os seus conhecimentos sobre o autor e referiu o seu passado de “viejo rockero”.
                Houve leituras muitas, nos 3 locais citados e por fim na Casa da Marioneta e perante e com os fundadores do movimento dos poetas do Guadiana, deu-se um momento puro e natural sobre o que queremos para o futuro, o que somos e o que faremos e isso foi bom e provou que há caminho para a andar e com força.
                Ainda sobre Zapico, teremos que dizer que se trata de um mestre, de um académico, que marca um estilo, que dá gosto ouvir, que não escreve por mera casualidade, bem pelo contrário escreve com muita consciência do que pretende e têm uma forte participação do ponto de vista social e de intervenção em tudo o que o rodeia. A obra apresentada reflete bem estas notas que aqui deixamos e como diz o autor no poema da página 77:
               
 He sobrevivido a tres o cuatro
crisis sociales
y no ha pasado nada,
he sobrevivido a diversas crisis
personales,
he sobrevivido a una catástrofe mayúscula
y no ha pasado nada,
 estoy sobreviviendo al penúltimo
susto
y
así pasa la vida.
Nos tienen tan
entretenidos en
sobrevivir
que nos desocupamos
de
v
i
v
i
 r.

                    Pois é mesmo assim vamos mas é viver a vida com tudo o que a mesma tem de difícil.
                    Obrigado amigo Zapico, Gracias.

ac/vrsa
02.01.2017